GeoMamas

WhatsApp Image 2021-09-29 at 13.26.02.jpeg

A GeoMamas é uma rede de mães que busca unidade e fortalecimento em todos os espaços profissionais e/ou acadêmico-científicos nas Geociências. O objetivo principal é lutar por dignidade, equidade e normalização do exercício da parentalidade como parte do desenvolvimento humano - e não uma obrigação ou fardo feminino. Essa iniciativa tem como origem a angústia de mães em diversas áreas das Geociências e do Brasil que, pelas peculiaridades da carreira, como a execução de trabalhos de campo, participação em eventos científicos ou de formação, ou pela imposição de uma alta carga horária para cumprimento das demandas de trabalho, se veem compelidas ou incentivadas a abandonar suas carreiras.
 

A formalização de uma rede de apoio unindo grupos de mães em Geociências se deu após a mesa redonda em formato virtual "Normalização da maternidade real nos espaços profissionais e acadêmicos", promovida pelo Núcleo Rio de Janeiro da ABMGeo, em julho de 2021. Neste evento, as geocientistas Ana Caroline Dutra (geóloga e diretora na ABMGeo-RJ), Mithaly Corrêa (geógrafa), Fernanda Quaglio (paleontóloga) e Ana Paula Alves (geóloga) discutiram em suas diversas realidades as inúmeras facetas que tangem a conciliação da carreira em Geociências com o maternar. Essa iniciativa somou-se ao movimento de mães geminado na criação da ABMGeo em 2018, e fortalecido pela mobilização de mulheres que participaram do Simpósio Nacional de Estudos Tectônicos (SNET) no ano seguinte. Tais recortes refletiram a urgência em normalizar a parentalidade para que se torne possível, além do reconhecimento de demandas estruturais, garantir dignidade para o desenvolvimento das potencialidades femininas para além das Geociências.