Nota da diretoria nacional da Associação Brasileira de Mulheres nas Geociências sobre as eleições



Nota da diretoria nacional da Associação Brasileira de Mulheres nas Geociências sobre as eleições: Democracia é a única opção!


A gestão (Geo)Diversas e a Rede GeoMamas da ABMGeo vêm a público, com especial apelo às/os associadas/os que ainda não decidiram, pretendem anular ou votar em branco, manifestar seu apoio à candidatura presidencial da chapa Lula-Alckmin (13) nas eleições do próximo domingo, 30 de outubro de 2022.


Entendemos a ABMGeo como um grupo de mulheres diversas, inclusive em suas posições políticas e maneiras de enxergar o mundo. Todavia, passados 4 anos de um governo de total desrespeito à ciência, às mulheres, à pauta ambiental, à equidade de gênero e racial, ao compromisso social (33 milhões de pessoas passando fome!), de constante ameaça aos direitos constitucionais; e dado o desastre das 700 mil mortes por COVID-19 entre 2020 e 2022, torna-se impossível manter a neutralidade, que a esta altura apenas favorece a permanência do atual presidente no comando do país.


Jair Bolsonaro representa a antítese da luta feminista interseccional que move a ABMGeo: violenta o estado laico, posiciona-se a favor da tortura e da supremacia masculina, incentiva a violência armada. Além disso, demonstrou-se inapto, incompetente e anti-diplomático na gestão do nosso país. Um mau exemplo e péssima representação do Brasil no que diz respeito às relações geopolíticas e à interlocução com os organismos multilaterais.


A chapa Lula-Alckmin, longe de ser unanimidade, inclusive entre diretoras, representa, neste momento, o contraponto escolhido pela maioria do povo para deter o crescimento da onda neofascista, representada por Jair Bolsonaro as milícias que o apoiam - onda neofascista que, infelizmente, não termina em sua pessoa, mas que encontra respado e eco em sua figura.


Entendemos o desconforto que este posicionamento político pode causar num momento como este, mas não podemos nos furtar em declarar qual escolha caminha no sentido das principais lutas que a ABMGeo representa: a equidade racial e de gênero. Nesse sentido, convidamos nossas/os associadas/os e a sociedade à reflexão de que a chapa Lula-Alckmin, (13), representa melhor essas nossas demandas. E, destaca-se, em caso de discordância, convidamos você ao diálogo e à construção conjunta de uma realidade mais equânime não apenas para mulheres, mas para as diferentes realidades que compõem a população brasileira. Independentemente do resultado das eleições, seguimos em união pela defesa dos direitos das mulheres e de todas as idiossincrasias do Brasil, para além das Geociências.


Juntas somos diversas.




Assinam esta nota:



Chapa (Geo)Diversas

Gestão 2021-2023






GeoMamas

Rede de Mães Geocientistas

Saiba mais clicando aqui.



36 visualizações0 comentário